A SALVAÇÃO PELA GRAÇA – O que te falta entender

Existe uma frase que é quase unânime no meio daqueles que acreditam em DEUS e na Vida Eterna: A SALVAÇÃO é unicamente pela Graça.

E eu também vou afirmar a mesma coisa, porque esta é uma verdade revelada na Bíblia: A SALVAÇÃO é unicamente pela Graça.

Mas então, o que há ainda para ser dito?!

É sobre isto que vou falar neste artigo, porque dentro dessa afirmação está claro uma coisa que ninguém te falou, porque eu digo isto?
Porque, uns afirmam que para ser salvo tem apenas que crer no SENHOR JESUS CRISTO;
Outros afirmam que para ser salvo é preciso obedecer os mandamentos de DEUS;
Outros afirmam que para ser salvo não se pode ficar preocupado em guardar os mandamentos de DEUS, porque o SENHOR JESUS CRISTO já cumpriu e pagou o preço das transgressões na cruz e, por isto, somos dispensados de observar a lei;
Há outros que afirmam que para ser salvo é preciso orar, jejuar, ser fiel nos dízimos e nas ofertas;
Outros afirmam que é preciso ser caridoso, viver uma vida desprendida, ajudar os pobres e os doentes (Até parece que quando DEUS criou o homem neste mundo criou sãos e doentes, ricos e pobres, para uns cuidarem de outros!);
Há também os que dizem que temos uma missão neste mundo e que devemos cumpri-la para sermos salvos (Se os que dizem isto dissessem com a motivação correta, são os que mais se aproximariam da verdade, mas no contexto que afirmam e da forma como afirmam, estão muito longe da verdade);
Existem outras afirmações que fazem, mas como nenhuma delas tem real importância diante do que eu, você e o mundo precisam estar conscientes para que tenhamos a chance de sermos salvos, vou deixar de mencioná-las.
Essas divergências de afirmações que existem e que levam a muitas discussões intermináveis, é porque a maioria simplesmente não entende o que vou te dizer, pois se entendessem não haveria tanta discussão em torno desse assunto, e é por isto que estou trazendo esta mensagem para você e para o mundo.
Então, por fim, o que os pregadores não te dizem e que eu quero que todos entendamos de uma vez por todas é o seguinte: Não há nada que possamos fazer que nos garanta que por isto seremos salvos, porque quem julga as nossas ações para sermos salvos não somos nós, mas DEUS, na pessoa do SENHOR JESUS CRISTO.
Qualquer coisa que fizemos, fazemos ou vamos fazer não pode nos fazer sentir seguros nem mesmo quanto a nossa própria salvação, quanto mais falar sobre a salvação de outras pessoas, por quê? Porque para isto seria necessário conhecer o que DEUS pensa a nosso respeito individualmente e isto é impossível para nós, pois afinal, não nos é possível nem sequer saber o que uma pessoa que está na nossa frente está pensando, quanto mais saber o que DEUS está pensando.
A grande maioria se sente tranquila quando os pastores apregoam no mundo que a SALVAÇÃO é pela Graça e não por obras.
Te digo que você não deve ficar tranquilo, se você almeja a vida eterna com o SENHOR JESUS CRISTO, deveria entrar em pânico!
Mas também te digo que não devemos entrar em pânico, porque isto não nos ajudaria, a nossa atitude deve ser de paciência e perseverança. Estas são atitudes que nos capacitam a caminhar pela fé até que o SENHOR JESUS CRISTO volte.
Por quê? Porque a SALVAÇÃO ser unicamente pela Graça significa que a SALVAÇÃO de uma pessoa é uma atitude unilateral de DEUS. Que é Ele, e somente Ele, Quem decide a quem irá salvar, com base numa avaliação que é exclusivamente Dele, na pessoa do SENHOR JESUS CRISTO. Nenhum dos que irão ser salvos participam dessa decisão.

O SENHOR JESUS CRISTO diz que só entra no Reino dos Céus aquele que faz a vontade do Pai que está nos Céus, mas o que é importante e que devemos levar em conta nessa afirmação é que Quem avalia, se estamos ou não fazendo a vontade do Pai que está nos Céus, é o SENHOR JESUS CRISTO e não nós mesmos, portanto, sendo a avaliação do SENHOR JESUS CRISTO, jamais saberemos se estamos fazendo a vontade do nosso Pai que está nos Céus, até o momento em que o SENHOR JESUS CRISTO, em Sua segunda vinda, der ordem aos Seus anjos a nosso respeito, para que eles nos busquem na terra enquanto Ele estiver nas nuvens dos céus.

Só nessa afirmação do SENHOR JESUS CRISTO e na análise do seu significado para nós, você já tem condição de analisar o quanto os Cristãos de hoje são relapsos para com a vontade de DEUS, porque muitos evangélicos vivem julgando que estão vivendo de acordo com a vontade de DEUS e vivem as suas vidas de qualquer maneira, sem levar em conta que não somos nós que vamos nos julgar, mas sim, o SENHOR JESUS CRISTO.

Está escrito: “… porque todos pecaram e destituídos estão da Glória de DEUS.”
Observe que todos os que dormem no pó da terra e os que estão vivos sobre a terra hoje estão sob o poder dessa declaração e isto inclui eu, você e qualquer outra pessoa, mesmo aquela que você julga que teve ou que tem uma vida exemplar, incluindo os apóstolos, incluindo Paulo.
Vejo pessoas que descansam em valores absurdamente errados e pensam que estão no caminho certo, contam com a salvação e é justamente por isto que correm o risco de perder a Salvação.
Muitos se estribam em suas vidas prósperas, normalmente financeiramente, como se isto fosse sinal da aprovação de DEUS para a forma como vivem, mas se enganam, isto não significa graça diante de DEUS para a Salvação, significa apenas que estão colhendo o que plantaram. Nada mais.
Se uma pessoa busca ganhar a vida louvando a DEUS, faz sucesso e ganha muito dinheiro, não significa que DEUS aprova a vida dessa pessoa, significa apenas que as suas músicas conseguem alcançar muitos corações e é por isto que ela ganha dinheiro.
Muitos ganham muito dinheiro fazendo músicas com letras que contém até pornografias e isto então significaria que eles ganham muito dinheiro porque DEUS aprova as suas vidas?! Claro que não.
DEUS dá vida a todos e, dando vida, dá oportunidade a todos, dando oportunidade, ajuda a todos, indistintamente. Como o SENHOR JESUS CRISTO disse, o joio cresce junto com o trigo e quanto mais cresce mas se revela o que é joio e o que é trigo, isto implica em dizer que quanto mais DEUS ajuda, mais DEUS Se vê em condição de saber que são os Seus no meio de todos.
Sim, é verdade que nós não temos como saber o que DEUS está pensando a nosso respeito e é por isto que Ele mesmo nos deu informações que nos guia para termos um comportamento que agrada a Ele.
Temos que ter em mente as coisas que estão escritas para alinharmos o nosso raciocínio com o de DEUS e consequentemente ajustarmos a nossa conduta para termos um comportamento que agrada a DEUS neste tempo de misericórdia que estamos recebendo.
No assim chamado “Sermão da Montanha” registrado no evangelho do SENHOR JESUS CRISTO, segundo Mateus, o SENHOR JESUS CRISTO nos ensinou todos os fundamentos para alcançarmos a perfeição que DEUS espera de nós em nosso Viver.
Observe que eu disse, que é uma forma de viver que DEUS espera de nós e não que exige de nós. É necessário entender a diferença, porque somos pequenos demais diante de DEUS para que Ele queira exigir de nós qualquer coisa e se Ele quiser exigir quem poderia resistir a ação de DEUS? Logo, onde estaria o nosso livre arbítrio? E também, DEUS não conseguiria que nós O amássemos pelo que Ele É, porque já não seria mais por amor ou gratidão que nos voltaríamos para Ele, mas pela exigência.
Sim, é claro que DEUS exige perfeição para entrar no Reino dos Céus, mas não exige de todos, exige apenas dos que querem entrar no Reino dos Céus. Observe que antes de DEUS exigir qualquer coisa, foi nos dado a liberdade de escolher se queremos ou não entrar no Reino dos Céus e depois que escolhemos é que é nos informado a condição para entrarmos no Reino dos Céus e então temos mais uma escolha a fazer, cumprir as exigências que DEUS estabeleceu ou não.
Veja um exemplo paralelo: Se alguém vem nos vender qualquer coisa, a pessoa nos apresenta o produto para despertar em nós o desejo de comprar, pois afinal ele não tem como nos obrigar a comprar, pois somos livres para comprar ou não, depois que nasce em nós o desejo de comprar e declaramos isto para o vendedor, então o vendedor nos diz o preço do que está vendendo, e novamente temos uma escolha a fazer, o de aceitar e pagar o preço ou não.
Temos que ter em mente que o próprio DEUS nos deu livre arbítrio e sendo Ele fiel as Suas próprias palavras, respeita a decisão que tomou e a decisão que tomamos, porque Ele sabe o ser que criou e sabe que nos deu capacidade para avaliarmos o que queremos, mas que mesmo que erremos em nossa avaliação, pelo fato de nos ter dado livre arbítrio, não cabe a Ele nos forçar a alguma coisa.
No meio de tantas coisas que se ouve neste mundo, surge então os ensinos do SENHOR JESUS CRISTO, que é dado para todos, mas os que irão dar ouvidos são os que, em seu livre arbítrio, almejam a Vida Eterna.
No “Sermão da Montanha”, Ele começa pelas chamadas “bem aventuranças”, onde Ele nos diz o quanto nos é importante que sejamos “pobres de espírito”, que os males que assolam este mundo nos incomode a ponto de chorarmos, que sejamos “mansos”, que tenhamos “fome e sede de justiça”, que sejamos “misericordiosos”, que sejamos “limpos de coração”, “pacificadores”, que somos bem venturados quando somos perseguidos por agirmos com justiça, que bem aventurados seremos nós quando nos injuriarem e nos perseguirem e, mentindo, disserem todo mal contra nós por causa do Nome do SENHOR JESUS CRISTO, deveremos nos alegrar e nos exultar, porque grande será a nossa recompensa nos céus, pois afinal, somos o “sal da terra” e é natural que o sal sirva para temperar, somos a “luz do mundo” e é natural que a luz ilumine.
Observe que apesar do SENHOR JESUS CRISTO nos chamar de bem aventurados por causa dessas coisas, ao final Ele conclui que esse deve ser o nosso natural, que é assim mesmo que devemos viver nesse mundo para sermos coerentes com o que o Reino de DEUS espera de nós.
E o SENHOR JESUS CRISTO continua nos ensinando que a despeito de todo esse comportamento que é coerente com o Reino dos Céus, devemos ter em mente que Ele não veio para destruir a lei ou os profetas, nem veio para retirar um pequeno detalhe da lei; que na verdade, até que o céu e a terra passem, nem um jota ou til será retirado da lei, sem que tudo esteja cumprido.
Significando dizer que apesar Dele estar nos dizendo que é importante que o nosso comportamento seja exemplar e compatível com o Reino dos Céus, isto não significa que a Lei de DEUS perde o seu valor no meio de nós, seja no todo, seja em parte, e que devemos, portanto, observar até que Ele volte para nos buscar.
Continuando a ler o Sermão da Montanha vamos encontrar um trecho realmente interessante e que não é considerado pela maioria como deveria ser considerado.
O SENHOR JESUS CRISTO ensina que os observam a Lei de DEUS e ensinam a outros a guardarem serão considerados grandes no Reino dos Céus, por outro lado, aqueles que não observam a Lei de DEUS e ensinam a outros a não observarem serão considerados os menores no Reino dos Céus.
Preste atenção neste ensino do SENHOR JESUS CRISTO, porque apesar Dele ter falado da importância de se observar a Lei de DEUS, em nenhum momento Ele ensinou que uma pessoa recebe a Vida Eterna ou perde a Vida Eterna por observar a Lei de DEUS, mas sim que seria considerado grande ou pequeno.
E Ele diz uma frase que é cabal para completar o entendimento, quando diz: “Porque se a vossa justiça não exceder a escribas e fariseus, de modo nenhum entrareis no Reino dos Céus”.
Se você conhece as escrituras sabe e se você não conhece já ouviu dizer que os escribas e fariseus eram grandes conhecedores da Lei de DEUS e ensinavam a Lei de DEUS a todos, mas em sua grande maioria, eles viviam uma vida de aparência, no seu interior, eles não usavam a Lei de DEUS como norma de conduta em suas vidas e é por isto que em muitas ocasiões o SENHOR JESUS CRISTO os chamou de hipócritas.
Portanto, nós podemos ver claramente o SENHOR JESUS CRISTO ensinar a necessidade de observar a Lei de DEUS e ao mesmo tempo ensinar que não é a observância da Lei de DEUS que nos salva, mas sim que nos mostra os limites de nosso comportamento em nossa caminhada.
Quando os discípulos perguntaram ao SENHOR JESUS CRISTO: Quem pois poderá salvar-se? O SENHOR JESUS CRISTO respondeu: Aos homens isto é impossível, mas a DEUS tudo é possível. Esta frase mostra que a decisão é de DEUS somente.
Quando o jovem rico perguntou ao SENHOR JESUS CRISTO que bem deveria fazer para entrar na Vida Eterna, o SENHOR JESUS CRISTO lhe respondeu para que guardasse os mandamentos, o jovem rico respondeu que isto ele já fazia desde a sua mocidade, então, o SENHOR JESUS CRISTO lhe respondeu que então só lhe faltava uma coisa: Vender tudo o que tinha, dar aos pobres e segui-Lo, ou seja, ter DEUS como centro de suas atenções e não o dinheiro.
Há muitos exemplos bíblicos que poderia citar para exemplificar os casos em que pessoas foram salvas por uma frase, por observar um único mandamento, por observar todos os mandamentos, por viver de continuo na presença de DEUS, que precisaria de preparar outra mensagem para falar. Quem sabe mais adiante eu faça.
Vamos continuar …
Paulo ensinou em uma de suas cartas que somos salvos pela Graça, por meio da fé, e que isto não vem de nós, é dom de DEUS.
O mais curioso é que muitos pregadores usam esse trecho da carta de Paulo, que é uma verdade, para pregar uma grande mentira e desta forma conseguir encher as igrejas de milhares de fiéis. E que mentira é esta? Que o SENHOR JESUS CRISTO nos livrou do julgo da lei e que por isto não precisamos observá-la, que tudo o que temos que fazer é cantar, louvar e agradecer a DEUS pela Salvação.
Pergunto: Que Salvação? Nós ainda estamos neste mundo, sujeito a tudo o que há no mundo. Que Salvação é esta da qual estão falando?
Ninguém está salvo, nós fomos convidados a fazer uma aliança com DEUS e que se crermos nessa aliança, seremos salvos.
Qual é a aliança e que crença, que fé, é esta? Confiarmos que o Sangue que o SENHOR JESUS CRISTO, derramou na cruz, tem poder para nos purificar dos pecados passados e nos dar condição de iniciarmos uma nova caminhada com DEUS, começando do zero, como se tivéssemos nascido de novo e, então, nascidos de novo, passemos a viver uma nova vida de acordo com a Vontade de DEUS.
Só que nessa nova vida temos um fardo para carregar. Que fardo é este? A nossa própria cruz.
Que cruz é esta? As consequências de nossos pecados passados.
Mas o SENHOR JESUS CRISTO não me purificou os pecados passados? Sim, mas não te liberou das consequências. As consequências do pecado nós levamos conosco por toda a nossa vida aqui neste mundo.
Se alguém foi queimado, a cicatriz permanece.
Se alguém perdeu uma perna num acidente, continua sem a perna.
Se alguém perdeu um pulmão por causa do cigarro, vai continuar sem o pulmão.
Se uma mulher perdeu a sua virgindade, vai continuar sem a virgindade e sendo mulher do homem que lhe tirou a virgindade.
Se um homem tirou a virgindade de uma mulher, vai continuar sendo marido dela.
E assim por diante …
Todas as consequências de nossos pecados levamos conosco por toda esta vida e temos que passar a vivermos de acordo com os preceitos de DEUS, mesmo diante de todas limitações que os nossos pecados nos impuserem, até porque aceitar as consequências de nossos pecados significa concordar com DEUS e se estamos de acordo com DEUS, estamos fazendo a vontade de DEUS.
DEUS quer que seja assim para que entendamos as consequências dos nossos pecados e quanto eles nos fazem sofrer e, desta forma, nos proteger para que não voltemos a cometê-los.
A SALVAÇÃO é unicamente pela Graça, mas isto não nos dispensa de fazer a nossa parte na proposta que DEUS nos fez, pelo contrário, nos exige, não que DEUS nos exija, mas nós mesmos exigimos de nós pela decisão que tomamos de escolher a Vida Eterna, para nós é uma questão de coerência.
A Salvação ser pela Graça e não por obras, significa que mesmo que nós observemos toda a Lei de DEUS e façamos toda a Sua vontade, DEUS não Se obriga a nos dar a Salvação e muito menos nos dá condição de exigir isto Dele, pois, a Salvação é uma dádiva de DEUS e Ele dá a Salvação a quem Ele quiser dar.
Por quê? Porque DEUS julga também a intenção do nosso coração.
Porque a questão não é somente observar a Lei de DEUS, mas a razão pela qual uma pessoa observa a Lei de DEUS.
A questão também não é somente fazer a vontade de DEUS, mas a razão pela qual fazemos a vontade de DEUS.
Quantas vezes vemos no mundo pessoas que se submetem a uma determinada condição para conseguir um objetivo e depois que o objetivo foi conseguido, a pessoa revela as suas verdadeiras intenções?
As vezes um homem faz de tudo para conquistar uma mulher a ponto da mulher achar que encontrou o seu “príncipe encantado”, mas quando finalmente o homem consegue, aí ele mostra quem ele realmente é e quais eram as suas verdadeiras intenções.
O que o SENHOR JESUS CRSITO nos deixa claro é o seguinte: Só entra no Reino dos Céus quem faz a vontade de DEUS.
Porém, DEUS julga também a intenção de nosso coração ao estarmos fazendo a vontade Dele.
Ah então não vale a pena nos preocuparmos em fazer a vontade de DEUS e guardar os Seus mandamentos!
Depende, se nós confiamos em DEUS e cremos que Ele É Fiel e Justo, vale a pena. Por quê? Porque temos a certeza que Se agradarmos a Ele, fazendo a vontade Dele do jeito que Ele quer, Ele nos dará a Salvação e a Vida Eterna.
Então o que nos resta, se queremos a Salvação e a Vida Eterna? Procurarmos ser diligentes e fazermos a Vontade de DEUS, porque uma coisa é certa, se fizermos não temos garantia de Salvação, mas se não fizermos, aí é que não seremos salvos mesmo.
Temos que levar em consideração o quadro da nossa existência neste mundo, vivendo longe de DEUS, olhando ao nosso redor e vendo todo tipo de maldade que é praticada e que tanto nos entristece e nos tira a esperança.
Muitas pessoas morrem ou se matam ao se conscientizarem que suas vidas são inúteis, vazias e sem propósito.
A nossa vida é assim mesmo, inútil, vazia e sem propósito, quando não enxergamos a razão de estarmos vivos.
A nossa vida não vale nada nem para nós mesmos, quando não enxergamos a razão de estarmos vivos.
Nós nascemos sem querer, vivemos sem querer e morremos sem querer.
Nascemos lutando pela sobrevivência, passamos a vida lutando por dias melhores em todos os níveis da vida, porém morremos deixando tudo para trás. Não levamos nada conosco.
É realmente uma situação desesperadora! Parece não haver sentido para estudar, para trabalhar, para fazer o bem, para fazer o mal, para construir, para destruir, enfim, parece não haver sentido para coisa nenhuma, porque tudo será deixado para trás quando morrermos e é aí que muita gente perde a razão de viver.
Não adianta ser forte fisicamente.
Não adianta ter muita saúde.
Não adianta ter muito dinheiro, nem mesmo todo a riqueza que houver no mundo.
Não adianta ser famoso.
Não adianta ter amigos influentes e importantes.
Não adianta ser importante e influente.
Seja qual for a sua condição nesta vida, um dia a morte chega e iguala todos no nível do pó da terra.
O homem vive fazendo descobertas arqueológicas para descobrir a origem do homem, como se isto pudesse proporcionar a ele algum recurso para livrá-lo da sua condição e enquanto isto o tempo vai passando, vidas vão se perdendo, por pura ignorância!
Gastamos bilhões de dólares para buscar um planeta fora do nosso sistema solar para perpetuar a nossa espécie, pergunto: Para quê?
Vamos imaginar que encontrem, a distância para esses planetas é tão grande que nenhum de nós chegaríamos vivos lá, nem nossos tataranetos chegariam vivos lá, e se chegarmos isto não nos livraria da morte, então eu volto a perguntar: Para quê gastar dinheiro com isto?
Já que existe esse dinheiro disponível, porque não cuidamos do que temos? O planeta terra e as pessoas que nele estão, precisam de tantos cuidados que não tem.
Observe que as pessoas morrem e outras assumem o seu lugar, o mundo ao redor pode sofrer algum baque, mas logo tudo volta ao normal. É como quando retiramos um balde de água da piscina, dá uma turbulência, mas logo outras águas assumem o vazio deixado e se aquietam novamente e tudo volta ou normal.
Há pessoas que se iludem, garantindo para si mesmos que nasceram para um propósito específico. Só há uma única pessoa que nasceu neste mundo com um propósito específico. E digo só há, porque até hoje essa pessoa está viva.
Vamos entender de uma vez por todas: DEUS nos criou à Sua imagem e semelhança, nos tornou Almas Viventes, tão somente para vivermos, e por tempo indeterminado, colocando em prática nossos projetos, nossas ideias e ideais, porém sempre refletindo DEUS em todo o tempo de nossa existência.
Eu gosto de Viver, digo que vale a pena viver, quero mesmo abundância de vida, conforme o SENHOR JESUS CRISTO disse e dentro do que tenho aprendido nas escrituras sagradas, a Bíblia, o primeiro conselho que eu te dou, se você me permite, é que você deve estudar a Bíblia. E quando estiver estudando, esquece o você sabia a respeito de DEUS e desse mundo, procure conhecer o conteúdo bíblico e aprender e colocar em prática os ensinamentos que lá estão.
Você certamente chegará a conclusão que a maioria dos pastores que encontramos neste mundo não estão preocupados em te ensinar o caminho que te leva à Vida Eterna, só estão preocupados consigo mesmos, nem com as suas próprias vidas eternas eles estão preocupados. Eles estão preocupados é em estar bem alimentado e terem muitos bens. O que eles querem é comer a carne de vocês e se alimentarem de vocês. É por isto que eles pregam para manter a casa cheia, quanto mais cheia melhor, significa que mais dinheiro receberão para se enriquecerem.
Por favor, entendam, não os condeno por cobrarem ou receberem dízimos e ofertas voluntárias ou mesmo ofertas alçadas, porque está escrito que todo trabalhador é digno do seu salário e todo aquele que prega o evangelho é justo que viva do evangelho, eu os condeno por mentirem ensinando doutrinas de homens e que DEUS abomina, e que não conduzirá ninguém à Vida Eterna.
Entendam:
Se quisermos ser salvos e recebermos a Vida Eterna, temos que dar ouvidos às Palavras do SENHOR JESUS CRISTO e fazer a vontade de nosso Pai que está nos céus.
E o que é fazer a vontade de nosso Pai que está nos Céus? Observar os Seus mandamentos, a Sua Lei.
Mas a primeira razão pela qual devemos fazer isto é por reconhecermos que há justiça na Lei de DEUS e por isto reconhecermos que a forma como vivíamos estava errada e que devemos praticar a Vontade de DEUS para corrigir os nossos erros passados e isto, sem considerar a possibilidade da Vida Eterna num primeiro momento.
Existem coisas nas nossas vidas que recebemos como consequência de outras que fazemos, mas que ao princípio não era o propósito.
Exemplo: Ninguém come para ficar com a barriga cheia, a pessoa come porque está com fome, mas ela ficará de barriga cheia ao final se ela comer bastante, independente do objetivo ao princípio.
Com base neste, muitos outros exemplos você pode imaginar.
Assim é fazer a Vontade de DEUS, porque se você fizer a Vontade de DEUS com o propósito de alcançar a Vida Eterna, vai chegar um momento que você vai julgar que já fez o que deveria ser feito e se isto acontecer você vai cometer o pecado que jamais poderia ter cometido: O pecado da Altivez.
Está escrito que o altivo de coração, nem de mãos postas alcançara misericórdia.
Esse pecado te faz se colocar no lugar de DEUS e julgar-se a si mesmo merecedor da Vida Eterna e aí você vai perder a Vida Eterna, porque você no seu interior vai compreender que DEUS te deve isto, porém, uma vez que a Salvação é pela Graça e não por obras, DEUS não deve a Vida Eterna a ninguém porque observou os Seus mandamentos, pois o primeiro a ganhar com isto somos nós mesmos e nesta vida, além disto, DEUS não deu a você e nem mais a ninguém o direito de fazer esse julgamento, mas somente ao SENHOR JESUS CRISTO.
Vamos raciocinar em cima de nossa alimentação, para entendermos melhor o que disse sobre os mandamentos de DEUS.
DEUS criou todos os alimentos que precisamos para mantermos o nosso corpo saudável, porém o homem por diversas razões criou muitos alimentos industrializados que tem destruído a nossa saúde, por isto, cada dia mais vemos pessoas descobrindo que a alimentação natural, aquela que DEUS criou no princípio, é a forma de alimentação que realmente nos faz bem e que, inclusive, nos cura dos males dos alimentos industrializados, então, raciocine, qual o mérito que temos por voltarmos a nos alimentar da forma como deveríamos? O que poderíamos exigir ou requisitar de DEUS por fazermos o que deveríamos estar fazendo desde o princípio? Nada!, somente agradecer.
Da mesma forma, ao observarmos os mandamentos de DEUS e constatarmos o quanto a nossa vida se torna melhor quando observamos os mandamentos de DEUS em nosso viver, tudo o que devemos ter em nosso coração é Gratidão, por DEUS ter tido misericórdia de nós e ter nos ensinado o caminho de como viver bem e em paz.
Recebemos uma ordem imperativa do SENHOR JESUS CRISTO: “Sede vós pois perfeitos, como é perfeito o vosso Pai que está nos céus.”
Sendo esta uma ordem do SENHOR JESUS CRISTO, significa que o SENHOR JESUS CRISTO não faz por menos.
Tenhamos sempre em mente que a repetição nos leva à perfeição, em todas as áreas da vida.
Todos os que um dia aprenderam a dirigir sabem a dificuldade que tinham para sincronizar tantos movimentos ao dirigir. Acelerador, sincronizado com a embreagem e o passar marchas, manter o olhar a frente para frear se for preciso, olhar em três retrovisores para acompanhar o trânsito, ficar atento aos sinais de trânsito e placas de sinalização, etc., era algo que parecia quase impossível de ser feito, mas com a repetição você acabou alcançando a condição de dirigir centenas de quilômetros sem nem mesmo perceber quantas vezes acelerou, passou marchas, pisou no freio, olhou nos retrovisores, porque ficou de papo com a pessoa do seu lado todo o trajeto, e então, depois de um tempo eis que você é um motorista e que tudo o que você faz durante o tempo que está dirigindo faz parte da sua vida e ninguém pode te tirar e querendo ou não todos terão que admitir que você é um motorista, não é assim?
Pois bem, é o que todos iremos alcançar se colocarmos em prática em nossas vidas a Lei de DEUS, que é a Vontade de DEUS.
Com a prática diária, vai chegar o dia em que viver de acordo com a Vontade de DEUS nos será natural e nem notaremos que estamos fazendo a Vontade de DEUS, mas ao pararmos para pensar veremos quantos benefícios tivemos em estarmos vivendo de acordo com a Vontade de DEUS e teremos um coração cheio de Gratidão, de amor, pelo nosso DEUS, por todo o cuidado Dele para conosco e é isto que vai agradar ao nosso DEUS.
Nem por isto poderemos reivindicar de DEUS a nossa Salvação, por quê? Porque a Salvação é pela Graça e não por obras, justamente para que ninguém se glorie, ou seja, a Salvação nos será dada se os nossos atos agradaram a DEUS, e não pelo que fizemos.
E aí vem a lógica: A única pessoa que sabe se conseguimos a agradar a DEUS ou não é o próprio DEUS, na pessoa do SENHOR JESUS CRISTO, ninguém mais.
Mas o dia que aprendermos a viver de acordo com a Vontade de DEUS, observando todos os Seus mandamentos de forma natural, sem precisarmos nenhum esforço de nossa parte para isto e sem acharmos que somos merecedores de qualquer benefício por isto, seremos um Cidadão do Reino dos Céus e ninguém nos tirará isto, muito menos DEUS, que é Quem quer que sejamos assim.
Estude a Bíblia, a nossa ignorância não é salvo conduto para a Vida Eterna.