A Masturbação

Este é um assunto espinhoso para se abordar, mas mesmo assim resolvi escrever esse artigo, porque estou cansado de ver a hipocrisia de padres, dos pastores e demais conselheiros que aparecem o tempo todo, em todo lugar, dando conselhos esdrúxulos a respeito do assunto, confundindo a cabeça dos adolescentes e multiplicando o adultério e a prostituição no mundo.

A web está recheada desses “conselheiros”.

Só tenho uma palavra para todos eles, sem exceção: Hipócritas!

Não tenho a intenção de ofendê-los, mas sim de alertá-los. Hipócritas são os que dizem, mas não praticam.

Está escrito:

“… Vós sois os que vos justificais a vós mesmos diante dos homens, mas Deus conhece os vossos corações, porque o que entre os homens é elevado, perante Deus é abominação. A lei e os profetas duraram até João; desde então é anunciado o reino de Deus, e todo o homem emprega força para entrar nele. E é mais fácil passar o céu e a terra do que cair um til da lei. Qualquer que deixa sua mulher, e casa com outra, adultera; e aquele que casa com a repudiada pelo marido, adultera também.”
Lucas 16:15-18

Será que você realmente entende o que está escrito?

O SENHOR está dizendo que nós encontramos justificativas para os nossos atos diante de nós mesmos, mas isto não tem valor para DEUS. Que na verdade, tudo o que consideramos de grande valor entre nós, DEUS abomina.

Que os profetas pregaram a lei até o tempo de João Batista, Ele porém veio para anunciar o Reino de DEUS, e nós, com nossas justificativas, queremos forçar DEUS nos dar a vida eterna, porém, isto não adianta, porque enquanto durar o céu e a terra a lei de DEUS vai existir e que deve ser respeitada até um til da lei.

1) Desejo sexual

Ninguém tem desejo sexual porque assiste muita televisão ou porque vê pornografia ou qualquer coisa do gênero.

É o contrário, a pessoa se vê estimulada a procurar essas coisas porque tem desejo sexual.

Raciocina: O desejo sexual que nasce no ser humano não é porque ele quer, mas porque DEUS o criou com este condicionamento.

O que é? Não entendeu? Eu explico fazendo uma analogia simples:

Você sente fome porque vê uma comida gostosa ou você procura uma comida gostosa porque sente fome?

Ninguém busca ter fome para comer, a pessoa busca comer porque sente fome.

DEUS condicionou o ser humano a sentir fome para comer e alimentar o corpo, porque senão, principalmente com o stress do dia-a-dia, quem iria se preocupar em comer?

Da mesma forma, DEUS condicionou o ser humano para sentir desejo sexual para multiplicação da espécie.

Porque os seres humanos usam preservativos? Para evitar doenças sexualmente transmissíveis? Eu sei, por isto também, mas o principal motivo é que uma gravidez indesejada que vai escravizar o casal a um compromisso pelo resto de sua vida.

Alguns segundos de prazer para uma vida de sacrifícios, entregas, preocupações, etc., etc., etc., quem quer isto?

Eu entendo que se as pessoas levassem em consideração todas as consequências que podem advir de um ato sexual, ninguém iria querer fazer sexo.

Por isto, DEUS colocou no nosso corpo o desejo sexual e o orgasmo para nos estimular e multiplicar a nossa espécie.

Paralelamente, podemos considerar a fome e o prazer do sabor dos alimentos e a saciedade, como forma de nos estimular a nos alimentarmos.

2) Controle do desejo sexual

Depois de você entender o que expliquei, você não acha que é um contra senso alguém dizer que tem poder para controlar seu desejo sexual indefinidamente?

A vida sexual do ser humano cumpre um propósito de DEUS e não do ser humano, portanto, ninguém tem poder para controlar plenamente e indefinidamente o seu desejo sexual e não sofrer danos por isto.

É possível alguém impedir o fluxo da água? Sim, por algum tempo, mas vai chegando um momento que alguma atitude tem que ser tomada, caso contrário ela vai transbordar de alguma forma.

O fluxo das águas atendem os nossos propósitos ou o propósito de DEUS?

Você pode ignorar a sua fome, mas ela vai permanecer ali te incomodando até você comer, caso contrário você morre! Nos alimentarmos, cumpre o nosso propósito ou propósito de DEUS? Propósito de DEUS certamente.

Ninguém morre porque não satisfaz o seu desejo sexual certo? Certo, mas a pessoa não irá ter filhos e sua geração não vai existir e a pessoa vai morrer sem deixar herdeiros. Isto não é morte própria, mas sem herdeiros, o seu legado morrerá, não é?

Se todos tivessem ignorado o seu desejo sexual, há muito que a vida na terra já tinha terminado.

O homem se acostuma com tudo aquilo que se permite acostumar, portanto, se acostuma a viver sem atividade sexual também, é claro, mas certamente vai criar um problema para si, e em primeiro lugar, diante de DEUS. Dentro desta visão, a masturbação pode manter o interesse da pessoa na vida sexual.

E esses conselheiros? Entendem realmente do que estão falando? Ou somente estão querendo dominar as pessoas pela imposição da culpa? Não são eles pessoas casadas e que tem a sua vida sexual satisfeita?

Duvido que qualquer um entenda a fome que o outro está sentindo, se estiver de barriga cheia! Hipócritas.

Ninguém para e pensa: Vou ficar com fome agora. Os que forçam a natureza que DEUS nos deu e comem vão engordar além do normal e arranjar um monte de problemas de saúde.

Também ninguém pensa: Vou fazer fluir o meu desejo sexual agora. Os que forçam a natureza que DEUS nos deu cometem um pecado chamado “fornicação”, que é a idolatria sexual.

Você pode estar envolvido com os seus afazeres de qualquer tipo e de repente a fome aparece.

Da mesma forma o desejo sexual. As vezes não estamos pensando em sexo. Não estamos ouvindo nada relacionado a sexo. Não estamos falando nada relacionado a sexo. E o desejo sexual aparece sem mais nem menos.

E esses conselheiros que tem seus cônjuges, quando por uma razão ou outra, quer seja por trabalho ou por motivo de saúde, tem que se manter afastado de seus parceiros sexuais, como será que eles resolvem? Se chicoteiam? Sublimam? Adulteram? Ou se masturbam? Ridículo! Nem quero saber a resposta.

Só há uma coisa que pode ajudar uma pessoa a conter o seu desejo sexual: A consciência plena das consequências de uma união sexual.

3) Sexo antes e depois do casamento

Não entendo porque esses conselheiros não estudam as escrituras!

Ah não! Eles estudam sim, mas somente para confirmar os seus pensamentos e não para aprender com DEUS.

ENTENDA: NAO EXISTE SEXO ANTES DO CASAMENTO. Por quê? Porque o casamento se estabelece justamente na união sexual.

E existem uniões sexuais que são lícitas e uniões sexuais que são ilícitas. Quando um homem se une a uma mulher virgem e permanece com ela enquanto viver, ele estabelece uma união lícita, ou seja, um casamento que DEUS aprova. Quando um homem se une com uma mulher que não é virgem, o homem está se unindo a uma mulher que é de outro homem e, por isto, ele estabelece uma união que é ilícita, ou seja, um casamento que DEUS não aprova.

Nessa pregação de sexo antes e depois do casamento, o que esses conselheiros tem feito é confundir a cabeça das pessoas, por consequência, homens se casam com mulheres que não são mais virgens, vivem em adultério durante toda a sua vida, e para esses conselheiros está tudo bem! Não está tudo bem, porque a consequência disto é que por viverem em adultério não serão salvos, pois desobedecem a Lei de DEUS.

Entendam: Não existiam cartórios para fazer registro civil ou padres e pastores para abençoarem os casamentos no Éden e depois do Éden continuou assim por milênios!

O registro civil no Brasil somente começou em 1916 e com a imposição da Lei dos homens e da Igreja católica, e quanto aos casamentos que aconteceram antes 1916 aqui no Brasil? Eram todos ilícitos? Claro que não.

Nem quero falar de outros países e de países que até nos dias de hoje nem sequer tem registro civil.

4) O Pecado

“Onde não há lei não há transgressão”, será que esses conselheiros nunca leram isto na Bíblia?

Esta, além de ser uma verdade bíblica, é verdade na lei dos homens também, é claro, então porque querem imputar pecado onde DEUS não imputou?

Entenda: Pecado é a transgressão da Lei de DEUS. Tanto para os que conhecem, como para os que não conhecem a Lei de DEUS.

Tenho certeza que esses conselheiros transgridem a Lei de DEUS e tem a coragem de dizer “agora vivemos pela Graça e não precisamos observar a Lei”. Hipócritas!

Nunca leram as palavras do SENHOR; “Nem todo o que me diz SENHOR! SENHOR! entrará no Reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai que está nos céus”?

O que é fazer a vontade de DEUS? Obedecer a Sua Lei e nada mais.

Entenda: Devemos servir a DEUS com entendimento, mas não adianta você querer servir a DEUS com o seu entendimento, se o seu entendimento não tiver como base, como alicerce, a Lei de DEUS, o seu próprio entendimento não adianta nada!

Nunca leram o que DEUS disse a Josué? Não te desvies do livro desta lei, nem para a direita, nem para esquerda …

O que é isto? Nem fazer mais, nem fazer menos do que DEUS te pede.

5) A MASTURBAÇÃO

A masturbação é pecado? Não, definitivamente não, porque não transgride nenhuma lei de DEUS e onde não há lei não há transgressão, lembra?

Ninguém peca por pensar, a pessoa peca por fazer, por materializar a obra que a lei condena.

Está escrito que nós seremos julgados por nossas obras, não por nossos pensamentos, mas há mais para considerar.

Vamos a um exemplo de uma lei dada por DEUS e que existe na lei dos homens: Não matarás (Numa tradução mais correta: Não assassinarás).

Na lei dos homens, uma pessoa pode pensar em matar outra pessoa que o aborrece quantas vezes quiser que não será preso. A pessoa só será presa, se matar.

Na Lei de DEUS, porém, temos um agravante, DEUS sonda e conhece o nosso coração, mas da mesma forma, se uma pessoa pensar em matar alguém, não peca por pensar, peca somente se matar, mas DEUS conhece a intenção do nosso coração, portanto, sabe da intenção da pessoa de matar e sabe o porquê que a pessoa não o fez.

Se a pessoa não o fez por respeito à Lei de DEUS, tem crédito com DEUS, porém, se não o fez por falta de oportunidade, ou seja, porque morreu antes de praticar o ato, e não estava levando a Lei de DEUS em consideração, DEUS sabe, e isto pode custar a salvação da pessoa, porque certamente a pessoa não estava agradando a DEUS com o propósito que tinha antes de morrer; e a salvação é pela Graça e não por obra.

Então, mesmo sendo que DEUS fará o nosso julgamento pelas obras e não pelos pensamentos, os pensamentos não são ignorados por DEUS, por quê? Porque DEUS diz que o mal não se levantará outra vez e a pessoa que morreu com a intenção de matar alguém e não estava considerando a Lei de DEUS para colocar em prática o seu intento, e que não o fez somente por falta de oportunidade para isto, ao acordar na ressurreição, vai estar com a mesma intenção no coração e como continuará tendo o livre arbítrio, pode querer colocar em prática a intenção que tinha e aí faria ressurgir o pecado pela transgressão da Lei de DEUS e a Palavra de DEUS, sobre que o mal não se levantará outra vez, não se cumpriria.

Agora vamos considerar a Masturbação: Não existe uma lei que diz “Não se masturbarás”, portanto, em princípio, ninguém peca por se masturbar.

Ninguém peca também por olhar uma mulher e achá-la bonita e desejável, seja essa mulher quem for, porque se a mulher é bonita e desejável o homem teria que ser cego para não vê-la.

Porém achar uma mulher bonita e desejável, não significa que você seria capaz de estar com ela, de ter um relacionamento sexual com ela, penso que isto é óbvio demais.

Comparando, se uma pessoa tem um problema de saúde que o limita e ele não pode comer certo tipo de alimento, não importa quanto o alimento esteja disponível, se tiver consciência da sua condição, a pessoa simplesmente não vai comer; e se for consciente de verdade, nem vai sofrer com a limitação.

Da mesma forma, uma pessoa consciente ao ver outra pessoa que acha bonita e atraente, mas que sabe que aquela pessoa não é para ela, ela nunca vai ter o desejo de estar com ela, mesmo considerando que a outra pessoa é bonita e atraente.

Portanto, a masturbação só se torna um pecado, se a pessoa se masturbar com a intenção, ou com os pensamentos, em uma pessoa que não pode ter porque a Lei de DEUS condenaria, deixando que os seus pensamentos revelem para DEUS que se a pessoa tivesse oportunidade ou se vier a ter oportunidade, teria o relacionamento sexual com a outra pessoa mesmo assim, mesmo sabendo que é ilícito, que não é certo, diante de DEUS. Aí, sim, desta forma, a masturbação, apesar de não ter lei que a proíba, de não ser pecado, porque não contraria uma Lei de DEUS, poderia fazer a pessoa perder a salvação, porque, nesse caso, DEUS não a salvaria, não porque se masturbou, mas pela intenção que tinha no coração e pelo que ela seria capaz de fazer se tivesse oportunidade. E como na nova terra nós continuaremos ter o nosso livre arbítrio, essa pessoa, se tivesse oportunidade, adulteraria e transgrediria o mandamento de DEUS: Não adulterarás; e aí a Palavra de DEUS, sobre que o mal não se levantará outra vez, não se cumpriria. Novamente, é preciso lembrar que a salvação é pela Graça e não por obra.

Ser salvo pela Graça, é ser salvo por agradar a DEUS.

Entenda: O pecado não passa a ser pecado, porque o pastor, padre, etc., etc., diz que é pecado. É pecado o que contraria a Lei de DEUS (Ponto).

As pessoas se masturbam porque gostam? Pessoas conscientes, certamente que não. Não creio que uma pessoa em sã consciência, que não esteja vivendo algum tipo de problema ou limitação, trocaria o prazer de estar fazendo sexo com a pessoa que ama por uma masturbação.

Num desejo sexual intenso, até dormindo a pessoa chega ao orgasmo. Isto acontece para que o seu corpo se descarregue naturalmente da tensão que o desejo sexual provoca. Será que isto nunca aconteceu com nenhum de vocês?

Quem está sob desejo sexual intenso, promovido pela natureza que DEUS nos deu, não precisa de motivação para se masturbar, porque o próprio desejo sexual o conduz a isto, não é necessário ter nenhum tipo de incentivo externo e nem precisa buscar mentalmente imagens ou situações eróticas para executar o ato.

Quem precisa de imagens ou situações eróticas para se masturbar, não está sob uma situação que lhe foi imposta pela natureza que DEUS nos deu, mas está se comportando como pessoas influenciáveis, que não tem consciência da vida e que não sabem o que querem. Na verdade, não estão sofrendo por causa do desejo sexual, mas, na verdade, apenas estão buscando prazer sexual e há uma diferença muito grande neste tipo de comportamento.

É como os que comem sem estar com fome, comem só pelo paladar da comida, e isto é contrário a natureza que DEUS nos deu e é contrário à palavra de DEUS, que considera isto um desvio de conduta, a Gula, que leva a pessoa à morte, ou seja, é antes de qualquer pensamento, uma agressão ao corpo físico.

Da mesma forma, a pessoa que lembra do prazer sexual e por apenas lembrar do prazer sexual busca estímulo para se masturbar para ter prazer sexual, tem um desvio de conduta e que é, em primeira análise, contrária à natureza que DEUS nos deu.

DEUS condicionou o nosso corpo a ter desejo sexual para nos motivar ao sexo e para alcançarmos o objetivo de DEUS na multiplicação da nossa espécie e nos deu como recompensa o prazer sexual.
Da mesma forma DEUS nos deu o paladar dos alimentos e o sentimento de saciedade como recompensa, por nos alimentarmos.

Ter filhos não é a recompensa sexual de DEUS para nós, como muitos pregadores ensinam, porque os filhos que geramos, assim como nós somos, são de DEUS também. A recompensa que temos em nossos filhos é vê-los bem criados e também gerando filhos. Diga-se de passagem, isto também está na Bíblia.

É um contra senso, e isto sim, ir contra a natureza imposta por DEUS ao nosso corpo, impor sentimento de culpa ao adolescente ou a adolescente, ao jovem ou a jovem ou a qualquer pessoa que se masturba para extravasar o desejo sexual que está sentindo e que não tem como resolver ainda, através de uma relação sexual com o sexo oposto.

Entenda, eu não estou aconselhando, nem incentivando, a ninguém que se masturbe, cada um sabe de si e cada um vai prestar conta de si a DEUS a respeito de seus próprios atos. Se você tem inteligência, e inteligência, segundo a palavra de DEUS, é saber se desviar do mal, analise com atenção as coisas que estou expondo.

Ora, dizer a um adolescente ou a um jovem que ele peca por se masturbar e que ele só vai poder dar vazão ao desejo sexual que tem, e que não sabe o que fazer com ele, quando se casar, se esse adolescente ou esse jovem quer servir a DEUS, é o mesmo que dizer que ele deve se casar. Casar como? Se está despreparado fisicamente, financeiramente, filosoficamente, socialmente e espiritualmente?

Como o adolescente não tem como se casar e é dito para ele que é pecado se masturbar, e ainda por cima não ensinam a importância da virgindade para ele, vai acabar querendo ter encontros sexuais com prostitutas ou vai querer transar com alguma menina da igreja, e que pode até ser virgem, e criará um problema muito maior para si, para a menina e para o mundo.

E essa é uma consideração verdadeira tanto para o sexo masculino, quanto para o feminino.

O pior é que o menino nisto levará vantagem, porque não tem uma virgindade para perder e ninguém condena o adolescente ou o jovem que se envolve com prostitutas, pelo contrário, mas tem aí outro contra senso, se o adolescente engravida a prostituta, ele não reconhece o filho, a prostituta que se vire, não é assim? E aí é mais um filho sem pai no mundo.

E neste momento é bom lembrar de um preceito de DEUS que também não é ensinado nas igrejas: Quando um homem se une a uma mulher virgem se casa com ela e está ligado a ela até a morte. Isto é Lei de DEUS e está no novo testamento também.

Por outro lado, o homem que se une a uma mulher que não é virgem está em adultério, se o homem a quem ela entregou a sua virgindade ainda está vivo, ou em prostituição.

CONCLUSÃO

Não se deixe ensinar por doutrinas de homens, leve em consideração a Palavra de DEUS. Leia, estude e medite no conteúdo da Bíblia.

Ninguém vai entrar no Reino dos Céus por causa da Palavra de nenhum padre, bispo, papa, pastor ou seja lá quem for.

Ah sim! E nem pela minha palavra.

Estude a Bíblia, porque o seu relacionamento com DEUS depende de quanto você O conhece.

Mesmo que a masturbação não seja pecado, ou seja, que não seja contra a Lei de DEUS, eu consigo compreender que a masturbação desenfreada pode levar uma pessoa a ter problemas de conduta, mas na vida tudo é assim, ou seja, tudo deve ser feito com equilíbrio.

Até mesmo o relacionamento sexual de casal legitimamente casado deve ser praticado com equilíbrio. O pecado da fornicação, por exemplo, que é uma idolatria, pode ocorrer até entre casais legitimamente casados. Quando o relacionamento sexual de um casal atinge patamares onde DEUS fica em segundo plano, acontece a idolatria sexual, que é a fornicação.

É claro que ninguém, em sã consciência, iria ousar aplaudir uma pessoa por se masturbar em detrimento ao relacionamento sexual entre um homem e uma mulher, porque isto seria um contra senso no uso do condicionamento físico que DEUS nos deu, mas também não cabe a imputação de pecado e levar uma pessoa a ter problemas no relacionamento com DEUS, porque isto não é verdade.

A própria pessoa já recebeu de DEUS uma ordem impossível de não ser cumprida: “Frutificai e multiplicai-vos, e enchei a terra, e sujeitai-a; e dominai sobre os peixes do mar e sobre as aves dos céus, e sobre todo o animal que se move sobre a terra”; e esta ordem foi a todos os homens e mulheres que estão no mundo, indistintamente, portanto, se uma pessoa tem o propósito de servir a DEUS, muito mais vai se esforçar para entrar no plano de DEUS.

É idiotice achar que uma pessoa sã vá preferir, ou até vir a preferir, se masturbar a ter um relacionamento sexual. Uma pessoa se masturba como um escape. Da mesma forma que uma pessoa come um biscoitinho antes da refeição para aliviar a fome até chegar em casa e poder fazer uma refeição normal.

É melhor um adolescente, um jovem ou uma pessoa de qualquer idade bem orientada e conscientizada da verdade de DEUS sobre o assunto, para que a própria pessoa possa buscar o equilíbrio ao sentir o desejo sexual, do que ficar impondo um situação pecaminosa onde não existe pecado, porque isto sim, pode conduzir uma pessoa a muitas situações de erro e perder a oportunidade de servir a DEUS como deveria.

É melhor que o adolescente ou o jovem dê vazão ao seu desejo sexual pela masturbação do que se casar precipitadamente com alguém e ser infeliz para o resto da vida, porque uma vez casado, casado para sempre.

Ora, quem se casa cumpre um preceito de DEUS, porque é vontade de DEUS que homens e mulheres se casem e tudo que DEUS faz dura para sempre e aí está a advertência do SENHOR JESUS CRISTO: “O que DEUS uniu não separe o homem”.

É melhor uma pessoa, mesmo adulta, que esteja vivendo alguma circunstância que não lhe permita estar com o seu cônjuge, se masturbar, do que cair em adultério, porque adultério sim, é pecado, pois, transgride o 7º mandamento da Lei de DEUS.

A minha palavra deve apenas te servir de alerta para que você possa agir corretamente diante de DEUS, mas não aceite pura e simplesmente a minha palavra, mesmo que lhe pareça ser verdade, porque é palavra de homem. Estude a Bíblia. Nela você encontrará a Verdade e nela você pode confiar, pois é pela Palavra de DEUS que você será julgado.